Thursday, October 29, 2009

estar/ser

é assim:

uma coisa que está no interior do estômago dela.

talvez não esteja exatamente no estômago. não é fácil precisar a localização dessa coisa, tão perceptível ali. perto do estômago.

digo estômago porque deve estar próximo, mas pode também ser no fígado. e pode também ser num espaço vazio. deve haver aí dentro um espaço vazio. merecemos ter um pedaço vazio. não deve ser tudo funcional.

ainda que a função do vazio... interrompendo meus pensamentos, ela me diz:

— quero entender porque fiz coisas ao invés de falar. e porque disse outras ao invés de fazer. mas não quero me esforçar para entender, e sim deixar o tempo passar. quem sabe passa?

não acredito que ela não está pensando na coisa que está no estômago dela! ou seria no fígado? ou tem um vazio ali que... melhor responder:

— não sei se te entendi.

— tudo bem, deixa pra lá. tô com fome, vamos comer?

No comments:

 
Site Meter